fbpx

Em carta, mais de 1.500 advogados dizem que defesa de Trump não tem 'licença para mentir' – O Antagonista

Em carta, mais de 1.500 advogados dizem que defesa de Trump não tem 'licença para mentir'   O Antagonista

Em carta, mais de 1.500 advogados dizem que defesa de Trump não tem 'licença para mentir' O Antagonista

Em carta, mais de 1.500 advogados dizem que defesa de Trump não tem licença para mentir×Foto: Divulgação/Rudy Giuliani/Facebook

Em carta aberta, mais de 1.500 advogados condenaram os esforços da equipe jurídica da campanha de Donald Trump para reverter os resultados da eleição presidencial e pediram que a associação da categoria investigue a equipe e seu líder, Rudy Giuliani, relata o Washington Post.

“A enxurrada de litígios do presidente Trump é pretexto para uma campanha visando minar a confiança do público no resultado das eleições de 2020, que inevitavelmente subverterá a democracia constitucional”, diz a carta.

“Infelizmente, os principais agentes do presidente nesse esforço são advogados, obrigados por juramento e regras éticas a defender o estado de direito”, acrescenta o texto, dizendo que os advogados não têm “licença para mentir”.

A carta afirma ainda que os advogados de campanha de Trump abusam do processo judicial, fazendo alegações infundadas de fraude eleitoral em público para contentar o presidente –apenas para, depois disso, abandoná-las na Justiça em favor de alegações especulativas e sem provas.

Entre os signatários estão uma coalizão bipartidária de ex-presidentes da American Bar Association (a entidade da categoria nos EUA), juízes federais e de Supremas Cortes estaduais aposentados e advogados do setor privado.

Leia mais: Saiba na Crusoé sobre os milhões de doláres de Cristina Boner na Suiça, bloqueados pelo MP.Mais notícias