fbpx

Mick Schumacher sela título da Fórmula 2 antes de ser promovido à Fórmula 1 – Esportes – R7 Esportes

Mick Schumacher sela título da Fórmula 2 antes de ser promovido à Fórmula 1   Esportes   R7 Esportes

Mick Schumacher sela título da Fórmula 2 antes de ser promovido à Fórmula 1 Esportes R7 Esportes

Por Alan Baldwin

(Reuters) – Um “abalado” Mick Schumacher será promovido à Fórmula 1 como o campeão de 2020 da Fórmula 2, título conquistado neste domingo, apesar de não ter conseguido marcar ponto em sua última corrida antes de se reunir à equipe norte-americana Haas, da F1.

O filho de 21 anos do heptacampeão mundial e lenda da Ferrari, Michael, foi o 18º na corrida vencida pelo piloto indiano Jehan Daruvala, enquanto seu único adversário pelo título, Callum Ilott, terminou em décimo lugar, com pontuação apenas aos oito primeiros.

Schumacher se despede com 215 pontos, 14 a mais que o britânico Ilott, com o japonês Yuki Tsunoda, que deve subir à equipe Alpha Tauri, da Red Bull, mas um ponto atrás.

Danos aos pneus forçaram o alemão a ir aos boxes após 15 voltas, levando-o ao fim do pelotão.

“Teria me sentindo muito melhor se tivesse uma boa corrida hoje”, disse Schumacher, sobre o título, conquistado com duas vitórias e nenhuma pole position, mas muita consistência. “Mas fizemos o bastante”.

“Para ser honesto, estou um pouco abalado”, acrescentou. “Eu não entendo de verdade ou me sinto campeão ainda. Demorará alguns dias, talvez”.

O pai de Mick, o campeão de F1 Michael Schumacher, aposentou-se em 2012 depois de um retorno de três temporadas com a Mercedes e ainda não foi visto em público desde que sofreu lesões sérias à cabeça em um acidente de esqui nos Alpes Franceses, em 2013.

Mick foi o campeão do Campeonato Europeu de Fórmula 3, em 2018, e se junta a Charles Leclerc e George Russell, agora com a Ferrari e a Williams respectivamente, como recentes campeões da F2 que subiram à Fórmula 1. A categoria era anteriormente conhecida como GP2.

Piloto da academia da Ferrari, Schumacher foi anunciado pela Haas, que usa motores Ferrari, na última quarta-feira, como um dos seus pilotos para 2021, ao lado do russo Nikita Mazepin.

Ele trará uma grande torcida com ele para a Fórmula 1, sendo o filho de um dos maiores pilotos de todos os tempos.

O alemão já tem 1,3 milhão de seguidores no Instagram e mais de 180.000 no Twitter e pode contar com um forte apoio comercial.

Copyright © Thomson Reuters.