fbpx

Identidade renovada | Revista Carro

Identidade renovada

Identidade renovada

O novo Chevrolet Camaro chega ao mercado no final do próximo mês R$ 7.000 mais caro que o modelo anterior, que você viu ontem aqui em Carro Online. Mas ele tem mais tecnologia no interior. Isso porque o muscle car da GM ganhou o sistema MyLink, que tem tela sensível ao toque de 7”, que permite ao motorista tocar as músicas, vídeos e aplicativos no veículo. E com a conexão Bluetooth também é possível atender o telefone e fazer ligações utilizando o comando de voz.

Outro item importante que ficou bem mais legível é o HUD (Head-Up Display), sistema que exibe no para-brisa informações como velocidade, rotação do motor e temperatura externa para que o motorista não tenha que tirar os olhos da pista.

Interior – Publicidade –

Uma das grandes evoluções em relação à última geração do esportivo foi a troca do volante, que antes tinha um raio muito grande, o que foge ao conceito de esportividade. Era até estranho um carro desenhado para performance ter um volante daquele tamanho.

Agora ele está menor, mas perdeu a exclusividade, pois é o mesmo que equipa a maioria dos carros da Chevrolet. Ou seja, a marca não levou em conta que o cliente de um carro desses gosta de se sentir único. Assim, o dono de um Camaro terá o mesmo volante que o de um Spin. De toda forma, o interior parece mais aconchegante e ganhou alguns detalhes cromados ao redor das saídas de ar – deixando o habitáculo mais requintado ­­­­–, além de uma costura nova no painel.

Por fora

E como a maioria das mudanças externas aconteceu nos faróis, grades e lanternas, entrevistamos Carlos Barba, diretor executivo de Design da Chevrolet, que você confere também no vídeo. Ele afirma que “a nova geração do Corvette influenciou muito no desenvolvimento do Camaro”. As rodas também têm novo desenho e são de 20”. O porta-malas aloja 320 litros, ótimo para um carro que tem como principal função a esportividade.

  – Publicidade –

Performance

O esportivo, que de novembro de 2010 até setembro passado vendeu 3.600 unidades, continua com o musculoso V8 6.2 de 406 cv e 56 mkgf de torque. Com isso, em nosso teste, ele acelerou de 0 a 100 km/h em 5s6 e retomou de 60 a 120 km/h em apenas 4s7.

Na pista circular da GM em Indaiatuba, não conseguimos extrair tudo o que o V8 tem a oferecer porque o carro estava limitado a 200 km/h – as unidades vendidas são limitadas em 250 km/h -, mas nas primeiras arrancadas tivemos a sensação de que ele consegue chegar a 100 km/h em bem menos de 5s6. Movido a gasolina, a única preocupação que o dono do Camaro pode ter é com o tanque de 71 litros. Seu consumo é de 6 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada.

O motor do muscle car é equipado com o sistema AFM, que desliga automaticamente quatro cilindros quando o carro atinge velocidades de cruzeiro e percebe que o motorista não está exigindo muito do V8. Isso garante menor consumo de combustível.

O propulsor é relacionado com um câmbio automático de seis marchas, o GR6, que tem a primeira marcha bem curta para facilitar a arrancada. O motorista tem a opção de faze as trocas através de paddle shifts atrás do volante.

Para segurança ele vem com seis airbags (frontais, laterais e de cortina), câmera de ré, sensor de estacionamento, monitoramento de pressão dos pneus e controles de tração e estabilidade. Estará disponível em quatro cores: Preto, Branco Summit, Amarelo Lemon Peel e  Vermelho Pull Me Over. O preço básico é R$ 210.000.