fbpx

Criminosos fortemente armados assaltam bancos em Criciúma; cidade está sitiada

Criminosos fortemente armados assaltam bancos em Criciúma; cidade está sitiada

Criminosos fortemente armados assaltam bancos em Criciúma; cidade está sitiada

Um grupo fortemente armado está provocando uma onda de assaltos a bancos em Criciúma, no sudeste de Santa Catarina, desde a meia-noite desta terça-feira, 1º. A polícia ainda não sabe quantos bandidos participam da ação e nem de onde eles são. As entradas da cidade estão sendo bloqueadas pelos criminosos para evitar a chegada de reforço policial.

saiba mais

De acordo com o soldado Marques, relações públicas da 6ª região de Polícia Militar do Estado, os bandidos portam fuzis .556 e .762 e estão dando tiros para cima. Eles usam carros de alto padrão de marcas como Audi e Jetta, além de caminhonetes. Há reféns, mas ainda não se sabe quantos. Vidraças de casas e apartamentos foram atingidas pelos disparos. A recomendação é que a população não saia de casa e se mantenha longe das janelas.

Grupo de bandidos fortemente armados mantêm reféns em Criciúma Grupo de bandidos fortemente armados mantêm reféns em Criciúma Foto: Redes Sociais/Reprodução / Estadão

A ação do grupo acontece principalmente no centro da cidade, onde os bancos são próximos uns dos outros. A polícia suspeita que eles tenham invadido agências da Caixa Econômica Federal, do Itaú, do Banco do Brasil e do Banrisul.

Além do roubo, eles queimaram um veículo no túnel que liga Criciúma a Tubarão, impedindo o contato terrestre com a capital Florianópolis. Um caminhão foi incendiado na entrada do batalhão da Polícia Militar.

A cidade pediu reforço aos batalhões de Operações Especiais (BOPE), de Choque e Aéreo. Por enquanto, há dois feridos. Um deles é policial e está estável. O outro é um vigilante e não há informações sobre seu estado de saúde.

O prefeito Clésio Salvaro (PSDB) disse que está acompanhando o assalto “com muita preocupação” e que cidade está sitiada. “É um assalto de grandes proporções com bandidos muito bem preparados”, falou. Ele pede que a população não saia de casa. “Vamos deixar a polícia fazer o papel da polícia”, disse.

Apesar dos apelos para que ninguém saia na rua, vídeos compartilhados nas redes sociais mostram moradores recolhendo o dinheiro que os bandidos deixaram para trás.

Basicamente as pessoas estão no centro de Criciúma catando o dinheiro que caiu no chão!! Inacreditável!!!!! pic.twitter.com/ZVglH4Wmhj

— Why do I Sabotage (@WhyDoISabotage) December 1, 2020

Veja também:

Motociclistas ficam feridos em acidente na Avenida Brasil

Estadão

  • separator
  • 0
  • comentários