fbpx

Desigualdade em queda: quase 40 milhões de brasileiros subiram para a classe C – Só Notícia Boa

Desigualdade em queda: quase 40 milhões de brasileiros subiram para a classe C   Só Notícia Boa

Desigualdade em queda: quase 40 milhões de brasileiros subiram para a classe C Só Notícia Boa

fogos_artificiofogos_artificio

Palmas para FHC, Lula e Dilma. De 2003 a 2011 39,5 milhões de brasileiros sairam da pobreza das classes D e E e subiram para a classe média, chamada classe C. Um estudo da FGV revela que nesse período 24,6 milhões de pessoas saltaram da classe E, – 54,18%, e 7,9 milhões, pularam da classe D, -24,03%. No total, mais de 48 milhões de pessoas, quase a população da Espanha, melhoraram financeiramente e foram para as classes A, B e C no País,  um crescimento de 47,94%. Programas de transferência de renda, como o Bolsa Família, foram fator importante para a classe E melhorar. Já o aumento do salário mínimo, teve grande impacto para a classe C subir. Dos novos integrantes das classes A, B e C, 13,3 milhões passaram a fazer parte dessas faixas sociais nos últimos 21 meses, encerrados em maio, o que mostra que o crescimento se mantém. É sustentável. Para o coordenador do estudo “Os Emergentes dos Emergentes”, o economista chefe do Centro de Políticas Sociais da FGV, Marcelo Neri, a desigualdade no País está em queda. “Você está falando de crescimento em cima de crescimento (…). Ela [classe C] já cresceu porque a renda do brasileiro vem crescendo desde o fim de 2003, e a desigualdade vem caindo há 10 anos. Esses são fatores fundamentais para este cenário de crescimento. O terceiro fator é a estabilidade, seja a inflacionária, seja o choque de confiança que foi dado aos mercados.” Detalhes no G1. Viva!