fbpx

Só falta falar | Revista Carro

Só falta falar

Só falta falar

É melhor você ir se familiarizando com tantas siglas e nomes estranhos que, a cada dia, estão se incorporando aos automóveis mais equipados. ABS e airbag certamente já fazem parte do seu vocabulário, mas há muita coisa nova surgindo.

A introdução de pequenos processadores e softwares nos carros aumentam a possibilidade de ajudar os motoristas menos experientes em situações de trânsito complicadas ou até nas mais simples, como fazer uma manobra de estacionamento. Da maneira como a tecnologia automotiva está evoluindo, em breve seu carro vai conversar com você… A seguir, conheça um pouco das 10 mais recentes invenções a serviço do condutor e dos passageiros a bordo.

  – Publicidade –

Sensor de ponto cego

SENSOR DE PONTO CEGO

Para que serve? Quando o motorista muda de faixa, o sistema avisa se há um veículo no ponto cego e liga uma luz no retrovisor exterior. Como funciona? Sensores no para-choque traseiro detectam a aproximação de um carro atrás ou ao lado. Quando o condutor aciona o pisca, o mecanismo avisa com uma luz e emite um sinal sonoro. Modelos que usam? Audi A4, A6, A7, A8, Q5 e Q7; Citroën C5 e C6; Ford Focus; Jaguar XF e XJ; Mercedes Classe C, E, CLS, S, SL e SLK e Volvo S60 A nossa opinião É sempre bem-vindo um equipamento que aumenta o campo de visão do motorista e evita possíveis acidentes, tornando a condução menos estressante.

Detetor de saída de faixa

DETECTOR DE SAÍDA DE FAIXA Para que serve? Quando as rodas tocam as faixas contínuas ou tracejadas, o sistema emite um som e faz vibrar volante e banco. Como funciona? Câmaras no retrovisor interno e no para-choque “lêem” a faixa de rodagem. A nossa opinião Essencial para quem costuma pegar no sono ao volante.

HUD

HUD (Head Up Display) Para que serve? O Head Up Display consiste em um painel que se situa à frente do motorista e que projeta informações no para-brisa do automóvel. Como funciona No caso dos modelos Peugeot, por exemplo, o HUD fica escondido e quando o motor é acionado ele sai para ficar situado junto à base do para-brisas, no campo de visão do motorista. No modelos da BMW a projeção é feita no vidro do para-brisas. Modelos que usam BMW Séries 5, 6, 7, X3, X5, X6 e Peugeot 3008, 5008 e 508. A nossa opinião Como se trata de equipamento opcional, não justifica os valores pedidos, uma vez que não acrescenta nada de novo à condução, a não ser um pouco mais de comodidade. Toda a informação está disponível no painel de instrumentos.

Detector de frenagem de emergência

FRENAGEM DE EMERGÊNCIA Para que serve? Se o carro circula a uma velocidade baixa, até 30 km/h, o sistema detecta veículos e obstáculos e aciona o freio, imobilizando o veículo. Como funciona? Utiliza um sensor de laser instalado no espelho retrovisor interno, que controla a via por onde o veículo circula. No caso do carro que segue à frente parar ou andar a uma velocidade inferior a 15 km/h, o sistema entra em ação e imobiliza seu automóvel. Modelos que usam Ford Focus Volvo S60 e XC60 A nossa opinião É um sistema controverso porque tem “vontade própria” e ainda não está afinado para evitar sustos ao condutor, que nem sempre conta com essa “ajuda” extra. – Publicidade –

Drive alert

DRIVE ALERT Para que serve? Consegue detectar se o motorista demonstra sinais de cansaço durante a condução. A cada duas horas ininterruptas ao volante, o sistema dá um aviso e “sugere” uma pausa para descanso. Como funciona? Uma centralina controla o tempo de viagem. Monitora também os movimentos do condutor pelo volante e analisa se ele está dormindo enquanto dirige. Modelos que usam Ford Focus e Mondeo; Mercedes; Volvo e VW Passat. A nossa opinião Para quem faz viagens longas, essa tecnologia tem uma vantagem substancial de estar sempre em alerta, controlando os movimentos do motorista em especial no período noturno quando o sono ameaça a sua atenção durante o percurso.

 

Controle eletrônico de diferencial CONTROLE ELETRÔNICO DE DIFERENCIAL Para que serve? Na tração dianteira, se uma roda patinar, o sistema atua ao mesmo tempo que transmite mais força à roda contrária. Como funciona? O ESP envia informações se uma das rodas patinar e entra em ação o controle do diferencial. Modelos que usam BMW Séries 3, 5, e 7; Ford Focus, Seat Leon e VW Golf GTI A nossa opinião Boa ajuda extra para o motorista.

Park Assist

PARK ASSIST Para que serve? Para ajudar a estacionar em um local apertado. O sistema consegue determinar se o carro cabe no espaço e pode ainda detectar lugares se circular a menos de 30 km/h. Como funciona? O Park Assist tem uma gama de sensores espalhados pelos para-choques e um pequeno processador calcula as informações enviando-as para a direção que assume automaticamente a manobra de estacionamento. Modelos que usam Ford Focus e C-Max; Mercedes Classe A e B; Skoda Superb; Toyota Prius e VW Golf, Touran e Passat. A nossa opinião Na Europa, os preços variam entre os 400 e 2 000 euros. Para quem não gosta de estacionar, o Park Assist pode ser a solução para evitar estragos no carro.

Leitor de sinais

LEITOR DE SINAIS Para que serve? Esse sistema faz a leitura dos limites de velocidade nas ruas e estradas. Um display no painel de instrumentos apresenta o limite de velocidade da via. Como funciona? O sistema baseia-se numa câmera instalada no retrovisor interno, que procura e identifica os sinais de trânsito e cruza as informações com os dados da navegação. Modelo que usam Audi A6, A7, A8 e Q5; BMW Séries 5, 6 e 7; Ford Focus; Mercedes Classe C, CLS, S, SL, SLK e ML; Opel Astra e Insignia e VW Phaeton. A nossa opinião Um sistema que chama atenção para a velocidade da via tem muitas utilidades em termos de segurança e economia, pois evita excessos e multas.

Visão noturna

VISÃO NOTURNA Para que serve? Esse equipamento melhora a visão noturna do motorista, alertando-o sobre a presença de pessoas e animais na estrada, assim como outros obstáculos que os faróis não conseguem alcançar. Como funciona? Existem dois tipos de sistema. Um com uma câmara de raio infravermelho (Mercedes) em que o projetor utiliza luzes imperceptíveis ao olho humano. O outro baseia-se em uma câmara térmica (BMW) que capta o calor dos corpos. Modelos que usam Audi A6, A7 e A8; BMW Série 5, 6 e 7 e Mercedes Classe E, S, CLS e CL. A nossa opinião É interessante para quem dirige em estradas secundárias sem iluminação. Mas os preços, que na Europa variam de 1 500 a 3 000 euros, não justificam o investimento.

Luzes adaptativas

Luzes adaptativas Para que serve? O dispositivo acompanha os movimentos da direção e aponta o foco de luz, controlando a iluminação. Como funciona? Quando andamos a menos de 40 km/h e viramos o volante, a iluminação segue o trajeto do carro. Os mecanismos mais evoluídos utilizam faróis que se movem no sentido apontado pelo volante. Modelos que usam Muitas marcas possuem o sistema. Os mais caros utilizam xênon. A nossa opinião Tudo o que ajuda a melhorar a visibilidade durante a condução noturna deve ser levado em consideração.