fbpx

Olimpio detalha conversas em que Bolsonaro e Flávio pediram fim da Lava Toga – O Antagonista

Olimpio detalha conversas em que Bolsonaro e Flávio pediram fim da Lava Toga   O Antagonista

Olimpio detalha conversas em que Bolsonaro e Flávio pediram fim da Lava Toga O Antagonista

Em entrevista ao Papo Antagonista, o senador Major Olimpio revelou o teor de diálogos que teve com o presidente Jair Bolsonaro e seu filho, Flávio, na época em que a CPI da Lava Toga ameaçava progredir no Senado.

Major Olimpio disse que foi chamado por Bolsonaro para conversar, em agosto de 2019, nas instalações do Palácio da Alvorada.

Notícias relacionadas:

Em destaque:Major OlimpioJair BolsonaroCPI da Lava Toga

Ele pediu que o senador saísse do grupo Muda Senado e colocasse um freio no andamento do impeachment de Dias Toffoli e da CPI da Lava Toga.

Olimpio diz ter respondido:

“A única coisa que eu não posso te dar é a nossa crença.” 

Segundo Olimpio, as duas então senadoras do PSL, Soraya Thronicke e Juíza Selma, entraram em contato com ele desesperadas, porque Flávio Bolsonaro havia telefonado e “esculhambado com elas”.

Major Olimpio disse que recebeu uma ligação semelhante de Flávio logo em seguida.

“Quando Flávio falou comigo, já foi aos gritos e berros. Falei: ‘Peraí que não é assim, não.’ Quer se portar como bandido, vai ter a resposta devida. O pai assumiu o telefone e também quis me cobrar de todas as formas. Passou a dizer impropérios. Eu disse os impropérios.”

Olimpio afirmou que não tem medo de tentativas de intimidação e que pretende dar andamento à CPI:

“Vou continuar sim apoiando iniciativas como a CPI da Lava Toga com muito mais contundência, porque eu vi o desespero estampado que podia causar uma CPI daquela natureza.”

 

Leia mais: Rachadinha Queiroz-Flávio Bolsonaro: confira os documentos inéditosMais notícias