fbpx

Bebida e direção | Revista Carro

Bebida e direção

Bebida e direção

De acordo com levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 1,2 milhão de pessoas são mortas no trânsito a cada ano

Na Semana Nacional do Trânsito, que ocorre entre os dias 18 e 25 deste mês, uma pesquisa do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) revelou um dado alarmante: 26,6% das pessoas que saem à noite admitem que assumem o volante de um carro mesmo depois de ingerir bebida alcoólica.

Para 47,7% dos entrevistados, o hábito “não os prejudica” e 69,7% declaram que fazem isso por não ter opção. “Essa falta de percepção de risco pessoal é preocupante, pois existe uma clara associação entre o álcool e o número de acidentes e mortes no trânsito”, explica Daniel Annenberg, diretor-presidente do Detran.SP.

Investimento – Publicidade –

O Detran paulista anunciou um repasse de R$ 6,5 milhões ao Corpo de Bombeiros para a implantação de um programa de redução de acidentes. Dentre outras medidas, as viaturas de resgate contarão com equipamentos de georreferenciamento para o registro detalhado das ocorrências. A ideia é que isso ajude a mapear e otimizar o trabalho das campanhas preventivas. A verba é proveniente do Seguro DPVAT e será aplicada ao longo de dois anos e meio.

Desde fevereiro deste ano o Governo do Estado de São Paulo deu início ao Programa Direção Segura, como são chamadas as blitze de conscientização e fiscalização da Lei Seca. Mais de 7.900 motoristas fizeram o teste com o etilômetro, sendo que 833 foram autuados por embriaguez. Desse total, 184 cometeram crime de trânsito e serão processados judicialmente.