fbpx

51 anos da Brasília que o Brasil vê.. e não vê – Só Notícia Boa

51 anos da Brasília que o Brasil vê.. e não vê   Só Notícia Boa

51 anos da Brasília que o Brasil vê.. e não vê Só Notícia Boa

brasilia51|Brasliasbrasilia51|Braslias

Ontem, na véspera do aniversário de 51 anos, mais dois indesejáveis convidados da festa foram para a cadeia: uma promotora pública, que deveria defender o cumprimento da lei, foi detida pela Polícia Federal acusada de forjar provas de que é louca. Detalhes no blog do Pannunzio. Débora Guerner é acusada de envolvimento no mensalão do DEM, o escândalo investigado pela Operação Caixa de Pandora, que derrubou o ex-governador José Roberto Arruda, após aparecer recebendo maços de dinheiro do delator do esquema, Durval Barbosa. Na casa da promotora presa ontem também foram encontrados maços de dinheiro enterrado no jardim. São nomes que entram para a história suja da política brasiliense. E como disse na edição de hoje o jornal Correio Braziliense: …”Se todos os corruptores e corrompidos fossem presos, haveria de se construir mais uma penitenciária. Mas Brasília não é a capital dos corruptos, como cré pare do Brasil…. É no circuito vicioso do poder. Mas não é no vasto círculo dos brasileiros que fazem desta cidade a terceira metrópole brasileira em influência regional”… O lado bom dessa história é que tudo isso está vindo à tona. Alguns já foram pra cadeia, outros perderam os cargos, outros não conseguiram se eleger ou reeleger, e outros mais continuam na mira da polícia e da imprensa. Limpar e moralizar a imagem dessa terra é o que desejam aproximadamente 2,5 milhões de pessoas que vivem aqui: trabalhadores mortais, como eu e você, que não fazem parte da classe política que envergonha essa cidade.

 Braslias 

Brasília é um lugar controverso, de gente que ama e gente que odeia, mas sem dúvida uma capital de oportunidades, de qualidade de vida, com pouco trânsito, pouca poluição, violência menor que no restante do País, um céu com tom azul maravilhoso, um pôr-do-sol ímpar, noites repletas de estrelas, diversidade cultural e gastronômica, e gente acolhedora (pelo menos no meu caso). “É estreita, escura e fria a janela de onde boa parte do Brasil observa Brasília… Mas quem ainda assim não conseguir encontrar  uma janela ampla e clara, visionária e generosa, que fique com o que disse o ex-presidente JK: “Deixemos entregues ao esquecimento e ao juízo da história os que não compreenderam e não amaram esta obra”.” Parabéns, Brasília. Espero ter notícias melhores pra dar sobre você no aníversário do ano que vem.