fbpx

Adversário reconhece vitória de aliado de Evo na eleição boliviana – Notícias – R7 Internacional

Adversário reconhece vitória de aliado de Evo na eleição boliviana   Notícias   R7 Internacional

Adversário reconhece vitória de aliado de Evo na eleição boliviana Notícias R7 Internacional

Luis Arce, do MAS, no último dia de campanha

Luis Arce, do MAS, no último dia de campanha

Martin Alipaz / EFE – 14.10.2020

A justiça eleitoral da Bolívia retomou, em ritmo bastante lento, a contagem de votos da eleição presidencial realizada no último domingo (18). Com menos de 18% das urnas apuradas, o ex-presidente Carlos Mesa aparece à frente. No entanto, as pesquisas de boca de urna indicam uma vitória de Luis Arce já no primeiro turno.

Leia também: Eleições na Bolívia: quem é Luis Arce, ex-ministro de Evo Morales apontado por projeções como novo presidente do país

Nesta segunda-feira (19), tanto Mesa quanto a presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, reconheceram a vitória de Arce, que faz parte do MAS, partido do ex-presidente Evo Morales, que deixou o poder em novembro do ano passado após acusações de fraude na última eleição.

“Nós dissemos que respeitaríamos o resultado da eleição, seja para a vitória ou para a derrota. Não é possível deixar de reconhecer que houve um claro vencedor na eleição deste domingo, que foi Luís Arce. Seremos a cabeça da oposição”, disse Mesa em uma transmissão pela internet.

Números e apuração

Segundo as pesquisas de boca de urna, Arce deve ser eleito no primeiro turno com 52,4% dos votos, contra 31,5% de Mesa.

Veja também

Na apuração oficial, com cerca de 18% das urnas contabilizadas às 10h45 desta segunda (11h45 no horário de Brasília), Mesa ainda aparece na frente, com 43,2% e Arce com 35,9%. Se essa diferença se confirmar, haverá segundo turno.

No entanto, esses resultados contabilizam áreas em que o candidato da aliança Comunidade Cristã (CC) tem maior eleitorado. Nas áreas do interior, onde a apuração termina mais tarde, o MAS de Arce e Evo deve reverter.