fbpx

Saiba como Planejar uma Volta ao Mundo – Preciso Viajar

Saiba como Planejar uma Volta ao Mundo   Preciso Viajar

Saiba como Planejar uma Volta ao Mundo Preciso Viajar

Como Planejar uma Volta ao Mundo?

A volta ao mundo é um sonho tangível e muito mais barato do que todo mundo imagina.  A escolha do roteiro e dos países a serem visitados, assim como o tipo de acomodação escolhida, farão toda a diferença no orçamento.

Em 2011, eu tirei 1 ano sabático. Durante esse ano, eu trabalhei quase 6 meses na Austrália e viajei os outros 6 meses ao redor do mundo. O que posso dizer é que a parte mais difícil do meu ano sabático foi largar tudo para sair viajando pelo mundo. O dinheiro é consequência. Basta um bom planejamento financeiro para concretizar esse sonho. No meu caso, o valor da viagem foi um pouco maior do que o valor do carro que eu tinha, um carro 1.0. 

Eu não consegui licença do meu antigo trabalho e fiz um planejamento financeiro para ficar até 1 ano sem trabalhar. Esse planejamento financeiro é essencial para a volta, pois nunca se sabe quanto tempo será necessário para voltar ao mercado de trabalho.

 

Muitas pessoas me perguntaram qual foi minha principal motivação para “largar tudo” e sair pelo mundo e eu respondo que foram vários fatores. O primeiro deles foi obviamente o sonho de ter mais do que 30 dias por ano para viajar. O segundo, foi uma certa insatisfação com meu antigo emprego. O terceiro, foi o estado civil e a idade. Juntando todos, cheguei à conclusão que a hora de me arriscar era agora. Nem tudo foram flores e a readaptação à vida real está sendo um pouco mais difícil do que eu imaginava, mas não me arrependo e continuo recomendando a prática do ano sabático. Afinal, no fim tudo dá certo. Se não deu certo, é porque ainda não chegou ao fim. 

Existem pessoas que chegam até o pé de uma montanha e ficam imaginando como seria o outro lado. Eu me arrisquei e cheguei do outro lado. Se você pensa em fazer uma viagem de volta ao mundo, seguem algumas dicas que julgo essenciais para o sucesso da sua empreitada:

– Procurar viajar o máximo possível entre primavera e verão para diminuir o peso da bagagem;

– Tentar viajar na baixa temporada;

– Fazer uma ampla pesquisa para não visitar países em épocas de desastres naturais – monções, furacões, etc.

– Pesquisar o máximo possível a situação política dos países a serem visitados para evitar qualquer tipo de furada;

– Não ir com um roteiro 100% engessado, porque no meio do caminho várias coisas podem acontecer, inclusive você pode mudar de ideia quanto ao roteiro inicial (aconteceu comigo);

– Abra sua cabeça. Liberte-se de qualquer tipo de estereótipo ou preconceito.

– Divirta-se!