fbpx

Maia rebate Guedes e pergunta por que ministro interditou debate sobre reforma tributária

Maia rebate Guedes e pergunta por que ministro interditou debate sobre reforma tributária

Maia rebate Guedes e pergunta por que ministro interditou debate sobre reforma tributária

BRASÍLIA – Fora de cena nos últimos dias, se recuperando da covid-19, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) lançou uma pergunta nesta tarde no Twitter, rebatendo uma provocação antiga do ministro da Economia, Paulo Guedes. “Por que Paulo Guedes interditou o debate da reforma tributária?”, questionou Maia, na rede social, sem muita explicação.

saiba mais

Ontem, a equipe econômica teve um revés na tentativa de se atrelar um novo imposto, nos moldes da CPMF, à reforma tributária, o que pode atrasar a discussão da proposta de simplificação dos impostos. Maia aproveitou a oportunidade para devolver uma crítica feita pelo ministro a ele em julho deste ano, sobre o presidente da Câmara “interditar” o debate.

Em reunião nesta segunda-feira, 28, com o presidente Jair Bolsonaro, líderes da base de apoio do governo avisaram que, em ano de eleições municipais, seria impossível “ganhar a narrativa” de criação de um novo tributo, mesmo que o argumento seja financiar a redução dos impostos e encargos que incidem sobre a folha de pagamentos.

O fracasso na negociação de uma proposta que envolvia o apoio do governo para acelerar a reforma tributária em troca do novo tributo lançou dúvidas sobre o futuro da proposta.

Veja também:

Limitar pagamentos de precatórios garante R$ 40 bilhões a novo programa social do governo

Estadão

  • separator
  • 0
  • comentários