fbpx

O que você precisa saber antes de ir para o Camboja

O que você precisa saber antes de ir para o Camboja

O que você precisa saber antes de ir para o Camboja

1) Brasileiros e europeus precisam de visto para entrar no Camboja. O visto pode ser comprado no momento da entrada nos aeroportos ou nas fronteiras terrestres. O valor oficial para o visto de turismo (uma entrada válida por um mês)  é de U$20.

2) Embora a moeda oficial do país seja o Riel, o dólar é aceito em todos os lugares. O Riel acaba sendo utilizado apenas para troco. Não precisa trocar dinheiro antes de chegar no Camboja e, se precisar sacar dinheiro, aproveite que nos caixas automáticos os saques são feitos em dólar. Isso pode ser muito útil se você for viajar para países vizinhos e quiser ter um pouco de dólar em espécie para trocar nos outros países.

3) O país é corrupto e a corrupção começa logo na entrada do país. Os policiais tentam cobrar taxas extras para entrar, dando desculpas do tipo “selo da foto” e por aí vai. Veja como foi minha chegada no Camboja.

4) O Camboja é um país pobre e sobrevive basicamente do turismo. Para vocês terem uma ideia, o Camboja recebe 2 milhões de turistas por ano e o Brasil (infinitamente maior) recebe 5 milhões. Considerando a situação econômica do Camboja, pode-se dizer que ele é preparado para o turismo.

5) Algumas cidades como Siem Reap (onde estão os templos de Angkor Wat) cresceram rapidamente por causa do número de turistas. Como o crescimento foi desordenado é possível ver áreas muito pobres, próximas a áreas muito ricas, esgoto a céu aberto e outros problemas típicos de países subdesenvolvidos.

6) O Camboja é um país seguro, mas como em outros lugares é preciso tomar um certo cuidado. Em algumas áreas de Phnom Penh não me senti muito segura, mas nada aconteceu.

7) Infelizmente o Camboja também tem problemas com prostituição, muitas vezes com crianças. Se presenciar alguma situação do tipo, denuncie às autoridades locais e ajude o país a acabar com esse problema.

8) O país tem um passado recente muito triste. O Khmer Vermelho, partido que governou o Camboja no final da década de 70, promoveu um genocídio no país e matou milhões de cambojanos.

9) O povo cambojano é alegre e trabalhador. Muitas pessoas reclamam do assédio dos motoristas de tuk tuk (motoneta com uma espécie de carruagem), mas eles tentam ganhar a vida trabalhando. Lógico que de vez em quando escutam-se histórias sobre alguns golpes contra o turista, mas infelizmente faz parte.

10) É bem fácil entender porque foi no Camboja que a Angelina Jolie adotou seu primeiro filho. As crianças também tocaram o meu coração. Elas trabalham desde cedo, muitas vezes exploradas pelos pais, vendendo souvenir nos pontos turísticos. O golpe do “leite” e bem comum. Elas se aproximam, normalmente com um bebê no colo. Pedem dinheiro e quando o turista se oferece para comprar o leite, elas falam que tem que ser em determinada loja. Quando ganham o leite (comprado por um preço bem maior do que o normal), elas voltam e revendem da loja. Se você realmente quer ajudar crianças no Camboja, faça como eu e procure orfanatos sérios. Existem milhares de maneiras de ajudar – doando tempo, dinheiro, dando aulas de inglês.