fbpx

O episódio do encontro com a Adrenaline | Preciso Viajar

O episódio do encontro com a Adrenaline

O episódio do encontro com a Adrenaline

Se alguém algum dia já se deu ao trabalho de ler a aba “sobre a autora” aqui no blog, já percebeu que sou fã do filme O fabuloso destino da Amélie Poulain. Sou tão fã, mas tão fã que tenho até o DVD e todos os dias que estou meio mal, assisto de volta para lembrar dos pequenos prazeres da vida.

E eu queria o meu próprio gnomo. Se você nunca assistiu o filme, o pai da Amélie é um senhor que nunca saía de casa. E a Amélie rouba o gnomo de jardim de seu pai e dá para uma amiga que é aeromoça e ela passa a tirar fotos do gnomo na frente de vários pontos turísticos, de várias cidades e envia as fotos para o pai da Amélie, que fica em choque por perceber que até o gnomo tem uma vida mais agitada que a sua.

Esse é o gnomo

Procurei em todos os sites do mundo (tá, exagerei um pouco), mas não encontrei. Bom, na verdade eu queria um gnomo inflável, porque seria muito perrengue carregar um gnomo de jardim durante uma volta ao mundo. Então, tive que partir sem meu querido gnomo.

Mas como sou brasileira e não desisto nunca, procurei lá na Austrália. Fui em todas as lojas chinesas e de quinquiliarias que vocês possam imaginar e também não encontrei. Aí desisti da ideia do gnomo.

Aí quando cheguei na Nova Zelândia, resolvi procurar um souvenir para dar de presente para as minhas amigas que dividiam apartamento comigo em Sydney e foi ali que encontrei a Adrenaline. Eu não gosto de bichinhos de pelúcia, mas ela era tão fofinha e tão estilosa que eu não resisti. E já levei logo a Adrenaline e duas irmãs que foram gentilmente adotadas pelas minhas amigas.

E foi a partir dali que a simpática ovelhinha que eu dei o nome de Adrenaline passou a me acompanhar pelo mundo. Mas por que Adrenaline? Porque ela é neo-zelandesa e nenhuma outra palavra no mundo define melhor a Nova Zelândia do que adrenalina. E como em inglês, a palavra é adrenaline (e ela é gringa), resolvi colocar em inglês mesmo. Até porque vai dizer que Adrenaline não lembra até um pouco de francês? (forcei a amizade, mas…)

A Adrenaline é linda e já fez muito sucesso pelo mundo, inclusive na alfândega do Japão. Em breve, vou contar essa história.

A Adrenaline

Só que lógico que nem tudo é perfeito e eu esqueci de tirar fotos da Adrenaline em alguns países, começando, pasmem, pela Nova Zelândia.

Na Muralha da China

Mas, vamos aos números: ela já conhece 19 países e possui um book de fotos invejáveis. Não é o gnomo do pai Amélie, mas tem muito mais charme e estilo, não acham? Detalhe para o cachecol. Ela também tem essa página no facebook para quem quiser curtir.

Em Petra na Jordânia

Em Luang Prabang, Laos

Na Isla del Sol, Bolívia