fbpx

O episódio de Lisboa | Preciso Viajar

O episódio de Lisboa

O episódio de Lisboa

Chegar em casa é muito bom e é assim que eu me sinto toda vez que retorno para Lisboa. Morei lá entre 2004 e 2005 e costumo dizer que Lisboa é responsável pelos melhores e piores episódios da minha vida. E quase todos os meus melhores amigos que tenho hoje,  eu conheci lá durante essa época e o número felizmente aumentou depois da última visita.

Bom, Lisboa foi a primeira parada da minha viagem de volta ao mundo. Para ser sincera, ela entrou no roteiro por acaso, porque eu precisava pegar um voo em Londres e para chegar em Londres o voo mais barato que encontrei foi o da TAP.

Fiquei hospedada no Travellers House, considerado o melhor hostel da Europa e já falei sobre ele diversas vezes aqui no blog. Estava checando meus e-mails no lounge do hostel quando alguém me perguntou alguma coisa em inglês. Conversa vai, conversa vem, descobrimos que éramos os dois brasileiros e resolvemos fazer um passeio juntos. Como eu já tinha morado em Lisboa, me ofereci para mostrar alguns lugares não tão turísticos de Lisboa para o Matheus.

Com uma galera no Bairro Alto

Nesse mesmo hostel, eu conheci dois australianos, o Mark e o Rob. Eles eram de Melbourne e eu já aproveitei para falar que estava indo para Sydney. Eles ainda tentaram me convencer a morar em Melbourne, mas como eu tinha uma amiga morando em Sydney, estava decidida a ir para lá. Deveria ter escutado todo mundo e ter ido para Melbourne, mas fazer o que? Eu sou teimosa.

O Mark e o Rob juntaram-se a mim e ao Matheus em alguns passeios e como eles não falavam português, eu os ajudei em algumas coisas básicas como pedir determinado prato no restaurante, perguntar o preço da passagem do ônibus e assim por diante. Coisas que para mim não significaram nada, mas tempos depois, pude perceber que para eles significou muita coisa.

Com o Mark, Rob e uns italianos no Cristo Rei

Para ser honesta, eu imaginei que jamais veria o Mark e o Rob novamente e que quando olhasse minhas fotos de Lisboa, eu me questionaria – quem são esses caras mesmo? Mas o final dessa história é bem diferente e no episódio de Melbourne eu vou contar para vocês.

Quanto ao Matheus, nos tornamos muito amigos. Nos vimos recentemente no Rio de Janeiro o que prova que uma viagem realmente vale mais pelos amigos que você encontra no caminho do que pelas milhas que você percorre para chegar no seu destino.

Mas os encontros não param por aí. Eu ainda precisava ver mais 2 pessoas que foram muito importantes para mim na época que morei em Lisboa: uma amiga e meu ex-namorado.

Não consegui ver minha amiga, mas encontrei meu ex-namorado. Um encontro bom, daqueles que te fazem sentir saudades de uma época que foi boa, mas ao mesmo tempo te fazem perceber que se tivesse acontecido o que você queria naquela época, você não poderia ter realizado outros sonhos. E de um certo modo foi legal ver como cada vida se encaminhou desde então e todas as coisas que aconteceram nos últimos 6 anos (desde que terminamos).

É por essas e outras que Lisboa tem um lugar especial no meu coração, pois como disse, lá eu tive os dias mais felizes da minha vida e também os mais difíceis.