fbpx

MP investiga suposta contratação de funcionários-fantasmas por Carlos Bolsonaro desde 2001 – O Antagonista

MP investiga suposta contratação de funcionários fantasmas por Carlos Bolsonaro desde 2001   O Antagonista

MP investiga suposta contratação de funcionários fantasmas por Carlos Bolsonaro desde 2001 O Antagonista

No inquérito que investiga a suposta contratação de funcionários-fantasmas no gabinete de Carlos Bolsonaro (Republicanos), o filho 02, o MP do Rio encontrou indícios da prática já no primeiro mandato dele na Câmara Municipal, a partir de 2001.

A reportagem é do G1.

No relatório, o MPRJ constava “indícios, ao menos em tese, do crime de peculato na contratação de servidores de Carlos Bolsonaro”. A Subprocuradoria-Geral de Justiça aceitou o pedido dos promotores e decidiu abrir procedimento investigatório criminal.

Leia também:

Em destaque:Carlos BolsonaroCARLUXO

Pelo menos oito pessoas já foram ouvidas pelos promotores desde julho de 2019.

Alguns dos investigados não tinham nem crachá de servidor. Outros eram estudantes ou tinham outro emprego enquanto supostamente trabalhavam no gabinete do vereador.

Uma das contratadas, Diva da Cruz Martins, de 72 anos, contou à GloboNews que não batia ponto nem tinha crachá na Câmara Municipal.

Carluxo foi eleito vereador aos 17 anos de idade, em outubro de 2000. Está no quinto mandato.