fbpx

Planejamento viagem para a Europa, pegue todas as dicas

Planejamento viagem para a Europa, pegue todas as dicas

Planejamento viagem para a Europa, pegue todas as dicas

Atualizado em 23 de dezembro de 2017

Planejamento viagem para a Europa exige pesquisa, muita pesquisa. A Europa é um dos melhores lugares do mundo para se viajar. É um continente completo onde é possível encontrar lugares carregados de História, praias paradisíacas, montanhas, estações de esqui e belíssimas paisagens onde quer que você vá.  Se você está planejando sua primeira viagem para a Europa é bom levar em consideração algumas coisas.

Planejamento viagem para a Europa

Documentos necessários para Viajar para a Europa

Embora brasileiros não precisem de visto para entrar na Europa, a entrada é concedida na hora por um agente de imigração. Veja todos os documentos que você precisa para viajar para a Europa e não ter problemas na hora da entrada.

[symple_box color=”blue” fade_in=”false” float=”center” text_align=”left” width=””] O seguro viagem com cobertura mínima de € 30.000 é obrigatório para entrar na Europa. Eu gosto muito do seguro da Assist Card. Faça sua cotação e encontre o seguro ideal para sua viagem. Você pode parcelar no cartão ou pagar à vista com desconto no boleto. Ganhe um desconto extra de 5% com o código PRECISOVIAJAR5. [/symple_box]

Mitos

Por mais que role a lenda que “tudo” na Europa é pertinho, a realidade não é bem essa. Morei 2 anos na Europa e, como todo mundo, também achei que era fácil abraçar o continente nos famigerados “mochilões”. A gente tem a ilusão que trem é a solução de todos os problemas logísticos na Europa, mas não é bem assim. Nem todos os trens são de alta velocidade. Nem todos os trens têm passagens baratas. Nem todos os países têm uma estrutura ferroviária decente e com fácil acesso internacional (Portugal, por exemplo).

Trem na Europa

Em alguns países é perfeitamente possível fazer todo o roteiro de trem. A Suíça é um ótimo exemplo. Veja meu roteiro de viagem pela Suíça de trem. Uma dica que eu dou é não pesquisar somente no site da RailEurope. Pesquise nos sites de cada país. Na Itália, por exemplo, as passagens são muito mais baratas no site da Trenitalia.

 

planejamento viagem para a europa

Suíça

Low cost na Europa

Se as distâncias a serem percorridas na Europa forem muito longas, vale a pena considerar voar entre esses trechos. Nem sempre vale a pena voar com uma low cost, mas aqui você encontra todas as dicas para realmente economizar com as low cost na Europa.

Planejamento viagem para a Europa

Foto: Shutterstock

Como escolher o roteiro de viagem para a Europa

Cada um tem seu sonho de consumo e o roteiro deve incluir esses lugares tão sonhados. Se seu sonho é conhecer a Itália, vale a pena focar na Itália. Tudo bem, eu entendo que é uma viagem cara e a gente quer aproveitar ao máximo, mas é melhor aproveitar ao máximo poucas cidades do que ficar correndo, carregando mala, sofrendo para pegar os trens ou os voos. Algumas cidades como Londres e Paris, por exemplo, exigem mais dias. Tem que levar isso em consideração na hora de planejar o roteiro, assim como o tempo de deslocamento entre as cidades.

O que eu faço: pego um mapa, vejo quais cidades são próximas e quais seriam viáveis de conhecer no mesmo roteiro. Vejo se dá para fazer o trecho de trem e/ou voo e quanto custa a passagem. Pesquiso, pesquiso e pesquiso até definir o roteiro final.

Às vezes é o “roteiro dos meus sonhos” e às vezes é o roteiro da promoção de passagem que apareceu (sendo bem honesta).

Dá para montar todo o roteiro de forma independente, mas lógico que isso dá um certo trabalho e exige tempo e muita pesquisa.

Veja algumas sugestões de roteiro já publicadas aqui no blog:

Roteiro 10 dias Europa

Roteiro 15 dias Leste Europeu

Roteiro 5 dias Suíça

Roteiro de 3 dias na Eslovênia

Truque para gastar menos nas passagens para a Europa

Stopover

Um truque para gastar menos nos deslocamentos internos da Europa é não voar direto para o seu destino de origem. Explicando: cada país europeu tem uma companhia aérea nacional. Por exemplo, Portugal tem a TAP, a Holanda tem a KLM, a França tem a Air France e assim por diante. Se você quer ir para a Holanda, você pode pegar o voo direto da KLM, ou pode pegar um voo da TAP e fazer escala em Portugal ou pegar um voo da Air France e fazer escala na França.

Qual a vantagem de fazer isso?

Normalmente essa parada (stopover) é grátis nas companhias. Eles só te cobram mais uma taxa de embarque, afinal você vai descer por alguns dias em um país e irá embarcar novamente, mas ainda é muito mais barato pagar essas novas taxas de embarque do que um novo voo.

Passagens com múltiplos destinos

Também gosto muito de pesquisar passagens com múltiplos destinos. Tenho usado bastante o Google Flights, Momondo e Kayak para essas pesquisas.

Exemplo:

Você quer ir de São Paulo para Londres, Paris e Amsterdam. O melhor jeito para esse roteiro seria pesquisar essas opções de passagens:

Ida: São Paulo – Londres

Volta: Amsterdam – São Paulo

E fazer “por conta” os trecho Londres – Paris (de trem) e Paris – Amsterdam com uma low cost, por exemplo.

Também pesquiso essa opção de passagem porque às vezes fica mais barato do que comprar os trechos avulsos com uma cia low cost.

Ida: São Paulo – Londres

Ida: Paris – Amsterdam

Volta: Amsterdam – São Paulo

Hospedagem na Europa

Hostels (eu não gosto do termo albergue) são bastante comuns e difundidos na Europa. Ao contrário do que todo mundo pensa, não é só adolescente ou gente com pouco dinheiro que utiliza essa forma de hospedagem. Tem muito casal e gente de mais idade que gosta e fica em hostel, até porque vários deles possuem quartos privativos. Se você ainda tem preconceito com hostel ou nunca ficou em um e não sabe como funciona, sugiro que leia esse post: Hostels, precisamos falar sobre eles

Hotéis – tem de todos os tipos e para todos os bolsos. Redes internacionais e redes locais. Eu costumo reservar pelo Booking, porque a maioria dos hotéis tem cancelamento grátis.

Bed & Breakfast – tradução Cama & Café-da-manhã. Seria o equivalente às nossas pensões. São hotéis pequenos bem simples e muitas vezes são casas de pessoas que abrem alguns quartos para hóspedes. São muito comuns nos países europeus, são um pouco mais caros do que os hostels e um pouco mais baratos que os hotéis. Já fiquei em alguns e ano passado, montei um roteiro para a minha mãe na Itália e ela ficou em alguns e adorou.

Couchsurfing – eu sou registrada, mas nunca recebi ninguém na minha casa e tampouco me hospedei na casa de outras pessoas. É uma comunidade séria, onde várias pessoas oferecem o sofá (ou quarto extra) de suas casas para outros viajantes, e o melhor, de graça. A intenção não é nem a economia em si, mas a troca de experiências culturais.

Resumo Planejamento Viagem para a Europa

✓ Fique de olho nas promoções de passagens para a Europa no Melhores Destinos, Viajando Barato pelo Mundo e crie alertas de preços no Google Flights, Skyscanner, Kayak e Momondo.

✓ Pesquise passagens com múltiplos destinos.

✓ Veja se o roteiro permite viagens de trem ou é melhor utilizar as cias low cost.

✓ Pesquise, pesquise, pesquise!

*Imagem em destaque: Shutterstock

*Post atualizado em outubro/16