fbpx

Sáfari no Kruger Park na África do Sul – Preciso Viajar

Sáfari no Kruger Park na África do Sul   Preciso Viajar

Sáfari no Kruger Park na África do Sul Preciso Viajar

Atualizado em 23 de dezembro de 2017

Como safáris são o carro-chefe do turismo na África do Sul, você pode escolher entre os diversos tipos disponíveis: em reservas privadas com acomodações super, extra, mega luxo ou em parques nacionais com acomodações mais normais e com preços acessíveis. Escolhi a segunda opção e fui para o Kruger Park, pois tinha a intenção de realmente conhecer o habitat natural dos animais.

O Kruger Park é um parque estatal enorme, do tamanho da Holanda e tem nove portões de entrada. Só assim já dá para ter uma noção de como ele é grande. Peguei um voo de Cape Town até Nelspruit (cidade com aeroporto mais próximo do parque). De Nelspruit, segui de carro para a cidade de Hazyview – bem próxima a dois portões de entrada do parque – Paul Kruger e Numbi Gates.

Ficamos numa pousada Tatenda Guesthouse localizada a uns 15 km de um dos portões do parque. A pousada era simples, sem ar-condicionado e oferecia café da manhã por U$10. O diferencial é o atendimento. A Crystel (dona da pousada) nos ajudou muito com mapas, organização de passeios, com descontos e nos deu várias indicações valiosas.

Comprei dois pacotes por indicação da Crystel: o Safári noturno na reserva Sabi Sand (reserva = zoológico) e o safári full-day (dia inteiro). Cada um saiu U$ 90 depois de muita negociação da Crystel com a Maria (dona da agência que nos levou).

Existem muitas opções de passeios – passeio que dura uma manhã, uma tarde, o dia todo ou os passeios noturnos. Todos os passeios são feitos dentro de um 4×4 aberto ou dentro de van (pois é!) e também existem passeios que você pode fazer caminhadas dentro dos parques (os tais bush walks). Caso você queira, também pode ir com seu próprio carro e passear dentro do parque. Optei por fazer o safári num 4×4 aberto.

Gostei bastante do passeio full day. O passeio noturno foi bem mais ou menos, a reserva não era das melhores e não vimos todos os animais.

O jipe utilizado nos safáris

safari no kruger park africa do sul

Prepare-se para escutar essas duas palavras na África do Sul – “Big Five”. Todos os passeios dentro do Kruger Park ou nas reservas próximas, prometerão o encontro com os “Big Five” – elefantes, rinocerontes, búfalos, leões e leopardos. E é por isso que todos os guias dizem que você precisa de no mínimo 3 dias de sáfari para ver esses 5 animais. Nem todo mundo tem a sorte que eu tive. Vi os 5 animais e muitos outros nos dois passeios que fiz. Mas vale lembrar que isso é extremamente raro e dei sorte, porque no dia dos meus passeios ainda não tinha chovido. A lógica é mais ou menos essa – quando não tem muita água disponível no parque, os animais meio que se concentram em apenas uma região. Quando chove, eles não precisam se locomover tanto para encontrar água, então eles ficam mais espalhados pelo parque (aí vira uma loteria, porque o parque é do tamanho da Holanda).

Big 5 no Kruger Park

safari no kruger park africa do sul

Com exceção dos elefantes e dos búfalos, os outros são mais difíceis de serem encontrados. O guia me falou que o mais difícil de ser encontrado é o leopardo (só tem 1.000 dentro do parque), seguido do leão (só tem 1.500). Conheci uns russos que já tinham feito 3 safáris e não tinham visto nenhum leão. Ou seja, realmente dei sorte nos meus safáris. Outro ponto bem importante: binóculos, câmeras com muito zoom e tripé (nem que seja um mini), protetor solar, boné e repelentes são essenciais durante um safári.

Os adoráveis elefantes

safari no kruger park africa do sul

safari no kruger park africa do sul

Obviamente que os animais mais comuns no parque são as presas (a comida dos predadores). Não faltam impalas (palavra nova do dia). O guia me mostrou no mínimo uns 5 tipos diferentes do que considero ser veado, mas segundo ele são espécies totalmente diferentes (nomes que consigo lembrar – impalas, bushbuck e kudus). Olhando as minhas fotos, não consigo identificar quem é quem. Só sei que todos são alvos dos temidos leões e leopardos.

As presas

safari no kruger park africa do sul

safari no kruger park africa do sul

Também tem muita gente que vai ao Kruger Park fazer “birdwatching” (observação de pássaros). Ainda bem que o guia era muito bom e foi me mostrando as aves, porque se dependesse de mim, não teria visto nenhuma.

safari no kruger park africa do sul

Outro animal bastante frequente no parque são as lindas girafas.

safari no kruger park africa do sul

E muito mais. Animais nem tão simpáticos e nem tão bonitos assim, como esses aí embaixo, uma espécie de javali ou algo bem parecido. Outros que também não estão na lista da simpatia são os babuínos.

safari no kruger park africa do sul

 

safari no kruger park africa do sul

Babuíno

E não podemos esquecer do símbolo do continente, as zebras.

safari no kruger park africa do sul

Escolher o Kruger Park para os passeios foi uma decisão super acertada, mas não vá esperando um Discovery Channel, pois a vida por lá não é tão selvagem assim. A chance de você ver um leão matando um veado (impala ou o que preferir) é mínima. Isso pode acontecer nas reservas, pois são mini-zoológicos. Eles colocam alguns impalas próximos dos leões, no exato momento que o jipe está passando com os turistas. Enfim, o Kruger Park é muito legal, tem muitos animais, tem uma fauna e flora fantástica, mas é um parque para turistas. Tem hotéis (de todos os tipos e todos os preços), restaurantes, lojas e estradas.

Sites interessantes

Empresa dos passeios (safáris)

Elephant Herds

http://www.elephant-herd.com/

Passeio de balão

Não fiz o passeio de balão (custa uns U$ 300 por pessoa), mas quem tiver interesse pode se informar através do site.

Restaurante

Restaurante bom e com uma comida bem parecida com a brasileira (para quem sempre me pergunta). Ótima churrascaria, com preços acessíveis.

Pioneers

http://www.pioneersbutchergrill.co.za/