fbpx

Médio com toque esportivo | Revista Carro

Médio com toque esportivo

Médio com toque esportivo

Embora seja atualmente o quarto maior mercado de automóveis do mundo, o Brasil ainda não atingiu a maturidade da Europa ou dos Estados Unidos, por exemplo. Naqueles países, há espaço para diversos tipos de automóveis: subcompactos, compactos, hatches, stations, sedãs, monovolumes, SUVs… Por aqui, hatches e sedãs ainda prevalecem, assim como os SUVs (de todos os portes), os novos “queridinhos do mercado”. Peruas e monovolumes,  em compensação, parecem seguir rumo a extinção.

Nem tudo, porém, parece perdido e alguns segmentos vêm ganhando espaço nos últimos anos. É o caso dos modelos  2 portas (hatches e cupês), anteriormente preteridos pela menor praticidade das portas a menos. Seguindo essa tendência, a Audi aposta na versão 3 portas do seu rejuvenescido hatch a3, denominado Sport. Esse, aliás, é o primeiro modelo com o novo visual a desembarcar no país. O Sportback (5 portas) chega na sequência.

Quantidade de portas à parte, não se pode negar que o estilo do novo a3 é a sua principal atração. Na dianteira, os belos faróis roubam a cena, com LEDs fornecendo a sinalização diurna. Atrás, as lanternas — também equipadas com diodos emissores de luz — completam o eficiente pacote de iluminação que une beleza e (principalmente) segurança. O estilo da carroceria segue o mesmo.

Sob o capô, o a3 conta com o conhecido motor 1.8 tFsi, capaz de gerar 180 cv e 25,5 mkgf de torque sempre de maneira suave e progressiva. Todavia, basta pisar fundo no acelerador para o propulsor responder com vigor e rapidez.

Vale lembrar que o novo A3, apesar de carregar a denominação Sport e das já citadas portas a menos, não possui pretensões esportivas. Mesmo assim, em nossos testes ele não decepcionou, obtendo boas marcas nas provas de aceleração de 0 a 100 km/h (7s5) e de retomada de velocidade (6s6). O consumo de combustível também merece destaque, principalmente na cidade, onde o modelo registrou 9 km/litro de gasolina.

Na parte interna, o a3 exibe um estilo mais “minimalista”, sem ostentações. Mas tudo que se espera dele está lá: navegador, ar-condicionado digital, áudio de primeira com Bluetooth, airbags, computador de bordo… Só mesmo os R$ 115 000 pedidos por ele é que são capazes de incomodar qualquer um.

Conclusão: 7,9

Para aqueles que não gostam (ou não precisam) de um hatch médio com 4 portas e desejam um carro moderno, muito bem equipado e dono de um status invejável, o a3 é a opção certa. sem falar do bom desempenho do motor 1.8 tFsi. — Wilson Toume