fbpx

Vai um aditivo aí? | Revista Carro

Vai um aditivo aí?

Vai um aditivo aí?

Nem todo mundo tem conhecimento suficiente sobre automóveis para não ser ludibriado por oportunistas de plantão. Muitos postos de combustível, oficinas e concessionárias aproveitam para empurrar produtos e consertos desnecessários. Para escapar dessas armadilhas, separamos algumas dicas que irão ajudá-lo.

Dica número 1.

Sempre que for sugerida a troca de alguma peça ou componente, questione o motivo e solicite ao profissional responsável pelo serviço todas as explicações necessárias. Uma minuciosa análise visual dificulta a vida dos oportunistas de plantão.

Dica número 2.

 

 

 

 

 

 

Serviços como descarbonização e limpeza de bicos injetores – – um dos mais “empurrados” por oficinas – são oferecidos com frequência, mesmo sem necessidade. Se você usa gasolina aditivada e realiza todas as manutenções previstas no manual, descarte a oferta. Entretanto, eles só entopem com combustível ruim. Abastecer o tanque com combustível aditivado melhora o desempenho do motor e evita que a sujeira se acumule nos bicos.

Dica número 3.

Para verificar o nível real de óleo é necessário que o carro esteja em local plano e com o motor desligado por, ao menos, dez minutos. Fora desses padrões, o nível fica mais baixo e muitos frentistas se aproveitam dos mais incautos.

Dica número 4.

Sempre que for solicitada a troca de algum componente por tempo de vida, verifique o manual do proprietário.Sempre que for solicitada a troca de algum componente por tempo de vida, verifique o manual do proprietário.

 

 

 

Dica número 5.

A oferta dos mais variados aditivos, seja para óleo ou combustível, é muito comum em postos de combustível. Se você realiza as trocas de óleo no prazo correto e abastece sempre com gasolina aditivada, recuse.