fbpx

Chengdu na China – A terra dos Pandas

Chengdu na China   A terra dos Pandas

Chengdu na China A terra dos Pandas

Atualizado em 23 de dezembro de 2017

Chengdu faz mais ou menos um triângulo de distância entre Shanghai e Beijing. Voei de Shanghai para lá, mas poderia ter ido de trem. Seria mais ou menos umas 15 horas e para ser honesta, minha experiência no trem Beijing – Shanghai não foi das melhores.

Fui para Chengdu por causa dos pandas, mas esperava encontrar uma China menos turística, uma cidade de interior. Se tivesse pesquisado um pouco mais, saberia que Chengdu não é nem um pouco pequena. Tem 4 milhões de habitantes, é uma muvuca e parece uma Las Vegas durante a noite. Logo que peguei o ônibus do aeroporto para o hostel, fiquei impressionada com a quantidade de hotéis iluminados. Somados ao neon básico, ainda tinham uma decoração natalina. O mais engraçado é que nem feriado de Natal a China tem, mas era um espetáculo de luzes.

Para ser bem honesta, não fiz muito em Chengdu além de visitar os pandas. No primeiro fui atropelada por uma motinho, então tive que ficar no hostel descansando. Aliás, se você for a Chengdu, super recomendo o Traffic Inn Hostel. Por fora é velho, dá até um certo medo, mas os quartos são grandes, limpos, o chuveiro é uma delícia. Foi o hostel mais barato que fiquei até hoje. Custou U$6 a cama e tem quartos privativos também. Fica perto da última parada do ônibus que vem do aeroporto e é super fácil se locomover por lá a pé, e fica bem perto de restaurantes, shoppings e lojas de rua.

Achei por acaso um restaurante delicioso por lá, chamado Casa Mia. Fica a mais ou menos 25 minutos andando do hostel. Para os padrões da China é caro, mas comia sempre uma entrada (bruschetta ou pão de alho), nhoque ou uma outra massa e mais um refrigerante e dava mais ou menos U$10. Teve um dia que ainda pedi uma sobremesa, uma torta divina de limão e tudo deu U$12.

Resumindo – Chengdu valeu a pena. Vi muitos pandas, bebês fofos e como eles são bem tratados. O passeio saindo do hostel (com o ingresso) custou o equivalente a U$15.

Tem muito mais coisa para fazer ali perto. Um passeio para ver o Buda gigante (tão famoso por lá como o Cristo Redentor para a gente) e mais outros passeios, além de ser uma boa porta de entrada para o Tibete.

Claro que se você estiver sem tempo e sem dinheiro, dá para ver os pandas no zoo de Beijing, mas não é a mesma coisa. Lá em Chengdu você vê muitos, muitos mesmo. O lugar é enorme. Nunca vou esquecer a fofura dos pandas!

Chengdu na China

Chengdu