fbpx

Siem Reap e os templos de Angkor Wat

Siem Reap e os templos de Angkor Wat

Siem Reap e os templos de Angkor Wat

Atualizado em 23 de dezembro de 2017

Cheguei no Camboja com expectativa quase zero. Minha ideia era ficar poucos dias, mas me apaixonei pelo país e posso dizer que Angkor Wat foi uma das coisas mais impressionantes que vi na minha volta ao mundo.

Adotei uma estratégia meio radical e visitei os templos em apenas um dia. Na verdade, eles dividem os templos em duas categorias: small tour, que são os templos mais próximos de Siem Reap e big tour, que são os templos mais distantes e ficam a mais ou menos 30 km de Siem Reap. Visitei apenas os templos do small tour.

Sinceramente? Se tiver disponibilidade e dinheiro, separe pelo menos três dias para visitar os templos. A entrada de um dia custa U$20, a de três dias custa U$40 e a de uma semana custa U$60. Além disso, você tem que acrescentar o valor dos transportes. Caso você tenha pique, pode alugar uma bicicleta para o dia inteiro (valor entre U$1 e U$2) ou pode contratar um motorista de moto (U$9/dia inteiro) ou tuk tuk (U$12 com muita barganha). Também recomendo contratar um guia (não contratei e me arrependo).

Os preços são em dólar mesmo. A moeda cambojana existe só para eles te darem troco quando o valor envolve centavos. Até mesmo nos caixas eletrônicos, você consegue sacar em dólar.

Os templos

Visitar os templos de Angkor Wat em um dia tem seu preço e esse preço é ter que escolher ver o nascer ou o pôr do sol. Eu pelo menos não consegui ver os dois, porque o cansaço depois de horas caminhando e subindo os degraus dos templos era enorme.

Escolhi o nascer do sol. Para me tirar da cama às 4:30 hs da manhã, o negócio tem que ser muito, mas muito bom mesmo. E Angkor Wat não decepcionou. Com certeza, está entre os top 10 das coisas mais inesquecíveis da minha vida. Tem que chegar cedo e tentar pegar um bom lugar para ver o espetáculo da natureza. Sugiro levar uma lanterna, pois estava bem escuro.

angkor wat

Angkor Wat Depois que o sol apareceu, resolvi explorar o Angkor Wat enquanto ele estava relativamente vazio. É surreal, de cair o queixo mesmo.

angkor watangkor wat

Depois, segui para Tha Phrom, que é o templo onde as árvores são a principal atração. Foi lá que várias cenas do filme da Angelina Jolie (Thomb Rider) foram gravadas.

angkor wat

Segui viagem para outros três templos. Ao final de 9 horas, confesso que já não conseguia mais subir todos os degraus, porque o calor era escaldante. Por sorte (ou azar) estava com uma blusa sem manga e o guarda não me deixou entrar no último templo (você deve cobrir os ombros). Voltei para o hotel antes do pôr-do-sol para descansar.

Bayon

angkor wat

No outro dia, resolvi explorar a cidade de Siem Reap, que não tem muita coisa, fora o “same same” da Ásia. Mercados com camisetas, souvenir, pashminas, lenços e um monte de coisas falsificadas.

Outras coisas para fazer em Siem Reap

Fiz uma aula de culinária que custou U$10 e dava direito a uma camiseta, entrada, prato principal e sobremesa. Fiz no Temple Bar que fica em cima do restaurante Cambodian Soup na Pub Street.

Fui várias vezes na Pub Street, uma mini Khao San Road de Bangkok. É uma rua cheia de restaurantes e barzinhos.

Visitei diversos orfanatos na cidade e também fui até a floating village, uma vila flutuante, que não me atraiu muito.