fbpx

STF antecipa formalização de Fux como próximo presidente da corte por causa de pandemia

STF antecipa formalização de Fux como próximo presidente da corte por causa de pandemia

STF antecipa formalização de Fux como próximo presidente da corte por causa de pandemia

Em razão da pandemia do novo coronavírus, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) antecipou sua eleição e formalizou o ministro Luiz Fux como futuro presidente da corte para um mandato que irá até setembro de 2022.

saiba mais

Ministro Luiz Fux durante sessão do TSE 08/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino Ministro Luiz Fux durante sessão do TSE 08/06/2017 REUTERS/Ueslei Marcelino Foto: Reuters

Fux foi eleito com 10 votos e assumirá o cargo em 10 de setembro, conforme anunciou o atual presidente do STF, Dias Toffoli. O tribunal também elegeu como vice-presidente a ministra Rosa Weber.

Toffoli disse que decidiu antecipar a eleição como forma de facilitar a transmissão da atual para a futura gestão. Ele elogiou Fux, dizendo que sempre atuou para buscar a harmonia e o diálogo em auxiliá-lo nessa função difícil.

Aos 67 anos, Luiz Fux está no Supremo desde 2011, indicado pela então presidente Dilma Rousseff em vaga decorrente da aposentadoria do ministro Eros Grau. Foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A eleição para presidente da corte é uma formalidade, já que os ministros se revezam no comando do Supremo. Após o mandato de Fux, Rosa Weber assumirá a presidência.

Veja também:

Bolsonaro já admitiu que Wassef era seu advogado

Reuters Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

  • separator
  • 0
  • comentários