fbpx

EUA: número de casos de covid-19 pode ser 10 vezes maior, diz governo – Notícias – R7 Internacional

EUA: número de casos de covid 19 pode ser 10 vezes maior, diz governo   Notícias   R7 Internacional

EUA: número de casos de covid 19 pode ser 10 vezes maior, diz governo Notícias R7 Internacional

Dados indicam que entre 5% e 8% da população contraiu o vírus

Dados indicam que entre 5% e 8% da população contraiu o vírus

Justin Lane / EFE – EPA – 4.5.2020

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos informaram nesta quinta-feira (25) que o número real de casos de covid-19 no país provavelmente é dez vezes maior do que a quantidade de casos confirmados.

Leia mais: EUA enviam equivalente a R$ 7,5 bi de auxílio a 1,1 milhão de mortos

“Nossa melhor estimativa agora é que para cada caso reportado existam na realidade outros dez”, disse o diretor da entidade, Robert Redfield, em entrevista coletiva.

Este cálculo foi realizado após a análise de amostras de sangue em todo o país em busca da presença de anticorpos para o coronavírus SARS-CoV-2. Redfield disse que, para cada caso confirmado de covid-19, dez pessoas tinham anticorpos.

Até o momento, 2,3 milhões de casos já foram identificados nos EUA, segundo os CDC, mas o número pode chegar a 23 milhões com a nova estimativa. De acordo com dados coletados pela Universidade Johns Hopkins, mais de 2,4 milhões de pessoas já tiveram casos confirmados no país.

“Este vírus causa muitas infecções assintomáticas. O foco tradicional de buscar doenças sintomáticas e diagnosticá-las obviamente subestima a quantidade total de infecções”, comentou Redfield.

Estes dados indicam que entre 5% e 8% da população contraiu o vírus, então a maioria dos habitantes do país ainda poderia ser infectada por não ser imune.

Veja também

“Uma maioria significativa da população americana, provavelmente maior que 90%, continua sendo suscetível”, avisou o diretor dos CDC, ao explicar que o aumento de casos entre jovens é a principal causa do aumento dos contágios no sul e no oeste do país.

Redfield insistiu para que a população continue a tomar precauções para minimizar a propagação do vírus.

“A ferramenta mais poderosa que temos é o distanciamento social. Isto significa manter uma distância física de 6 pés (1,8 metro), cobrir o rosto e continuar lavando as mãos”, lembrou.