fbpx

Flavio Bolsonaro diz ser vítima de "campanha de difamação

Flavio Bolsonaro diz ser vítima de "campanha de difamação

Flavio Bolsonaro diz ser vítima de "campanha de difamação

O senador Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ) disse neste sábado (20) que é vítima de uma verdadeira “campanha de difamação” e que acredita na Justiça. A nota foi publicada em sua conta no Twitter dois dias após Fabrício Queiroz, seu ex-assessor, ser preso em São Paulo. Queiroz é alvo de uma investigação que apura um esquema de desvio de recursos de salários de funcionários do gabinete do filho mais velho do presidente Jair Bolsonaro, na época em que era deputado estadual.

saiba mais

“O senador Flávio Bolsonaro é vítima de um grupo político que tem patrocinado uma verdadeira campanha de difamação. Essas pessoas têm apenas um objetivo: recuperar o poder que perderam na última eleição”, diz parte do comunicado.

Senador Flávio Bolsonaro no Palácio do Planalto 05/02/2020 REUTERS/Adriano Machado Senador Flávio Bolsonaro no Palácio do Planalto 05/02/2020 REUTERS/Adriano Machado Foto: Reuters

“Apesar dos incessantes ataques à sua imagem, Flávio Bolsonaro continua a acreditar na Justiça. Ele reafirma inocência em qualquer das acusações feitas por seus inimigos e garante que seu patrimônio é totalmente compatível com os seus rendimentos. Tudo ficará inequivocamente comprovado dentro dos autos. A verdade prevalecerá”, completou.

Queiroz é apontado nas investigações como suposto coordenador do esquema de cobrança de um pedágio sobre os vencimentos dos assessores parlamentares. O nome do esquema é conhecido como ‘rachadinha’. Entre as descobertas apontadas na decisão que levou à prisão de Queiroz, com base em documentos, constariam que o ex-assessor pagava mensalidades da escola das filhas de Flávio e o plano de saúde do atual senador. 

Na última quinta-feira (18), ele foi preso em um imóvel em Atibaia, no interior paulista. O local onde ele se “escondia da imprensa” pertence a Frederick Wassef, advogado de Flávio Bolsonaro e do presidente. Após a prisão, o ex-assessor, que está em tratamento de um câncer, teve um habeas corpus negado para ir para prisão domiciliar negado pela Justiça do Rio.

Veja aqui a postagem de Flávio Bolsonaro no Twitter:

NOTA: O senador Flávio Bolsonaro é vítima de um grupo político que tem patrocinado uma verdadeira campanha de difamação. Essas pessoas têm apenas um objetivo: recuperar o poder que perderam na última eleição. +

— Flavio Bolsonaro (@FlavioBolsonaro) June 20, 2020

Apesar dos incessantes ataques à sua imagem, Flávio Bolsonaro continua a acreditar na Justiça. Ele reafirma inocência em qualquer das acusações feitas por seus inimigos e garante que seu patrimônio é totalmente compatível com os seus rendimentos. +

— Flavio Bolsonaro (@FlavioBolsonaro) June 20, 2020

Tudo ficará inequivocamente comprovado dentro dos autos. A verdade prevalecerá!

— Flavio Bolsonaro (@FlavioBolsonaro) June 20, 2020

Veja também:

Bolsonaro já admitiu que Wassef era seu advogado

Reuters Reuters – Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

  • separator
  • 0
  • comentários